Santander e suas cruéis “inovações”

Opinião

Não bastasse a falta de funcionários gritante e as exigências sem fundamento feitas aos funcionários diariamente, o banco exige agora a assinatura de acordo individual de banco de horas positivas.

As relações entre representantes dos funcionários, sindicato e bancos, permitiram nos últimos anos, além da cct da categoria, diversos acordos por banco para inúmeras demandas dos funcionários. Acabamos de celebrar a prorrogação do acordo de banco de horas negativas em função da pandemia.

Outro acordo negociado com o banco espanhol que se mostrou muito positvo foi a definição das regras para abertura aos finais de semana e feriados nos shopping centers. Acordo esse, assinado com os sindicatos que quiseram fazer esta discussão e submetê-la às suas bases.

Nestes tempos tão difíceis de ameaças à democracia, a categoria bancária tem dado exemplos de sucesso às demais categorias de trabalhadores pela maturidade de negociações com os bancos e por sua organização.

Temos total discordância da forma de proceder do banco quanto aos acordos individuais de horas extras, embora, infelizmente, seja permitido legalmente.

Queremos que o banco abra negociações urgentes sobre esse tema que hoje atinge parte dos seus funcionários, mas amanhã, com todas as fortes mudanças que vem ocorrendo no sistema financeiro, poderá atingir a todos os seus funcionários.

Santander abra negociação

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on print
Imprimir