Sindicato dos Bancários de Campinas lança canal de atendimento às bancárias vítimas de violência doméstica

O Sindicato dos Bancários de Campinas lançará no Dia Internacional da Mulher, 8 de março, o canal de atendimento às bancárias vítimas de violência doméstica e familiar, durante atividade virtual (o link será informado em breve).

O canal está previsto no acordo sobre Prevenção à Violência contra a Mulher, incorporado à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). No Sindicato, o canal integra o projeto “Mulher, não se cale”.

O acordo garante a prevenção, apoio e acompanhamento (cláusulas 48 a 55). Entre as medidas de apoio, realocação para outra dependência (garantindo sigilo de informações sobre a transferência) e oferta de linha de crédito/financiamento especial. Cabe ao banco decidir se aceita ou não os pedidos.

Sigilo: Está assegurada a confidencialidade de toda denúncia apresentada ao canal de atendimento. A bancária terá apoio e respaldo em várias áreas; entre elas, jurídica e trabalhista.

Como denunciar

Mulher bancária, não se cale. Denuncie ao canal de atendimento. Envie e-mail para mulhernaocale@bancarioscampinas.org.br ou envie mensagem pelo WhatsApp: (19) 99883-7986. Adicione o número do celulare o identifique com o nome do projeto MulherNão se Cale em sua agenda de contatos. Vamosjuntos combater a violência contra a mulher.

Pesquisa registra violência

Pesquisa realizada pelo Instituto Guimarães, divulgada nesta edição, entrevistou 227 bancárias (54,05% de um total 420 pesquisados). Indagadas se já foram vítimas de violência doméstica e familiar, 15 bancárias (5,5%) afirmaram “sim”. Entre os tipos de violência, sete, física; seis, psicológica; e uma, sexual.

Para denunciar:
Envie e-mail para: mulhernaocale@bancarioscampinas.org.br ou envie mensagem pelo WhatsApp: (19) 99883-7986.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Campinas 

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on print
Imprimir